A surpreendente verdade que ninguém conta sobre a ansiedade

Tempo de leitura: 10 minutos

Antes de começar, gostaria de dizer que trago duas e não somente uma verdade sobre a ansiedade que ninguém diz por aí. Trago também 5 dicas para ajudar no controle da síndrome, sendo a segunda dica a mais importante de todas.

É importante contextualizar você, caro leitor, sobre um estudo recente do Instituto de Pequisa Social da Universidade de Michigan nos Estados Unidos aponta que, ao longo da vida, 1 em cada 2 pessoas desenvolverão distúrbios de ordem psíquica.

Para falar sobre essa estatística é importante salientar que existem vários níveis de ansiedade, como o transtorno de ansiedade generalizada (TAG), transtornos de pânico, estresse pós traumático e outras fobias. Qualquer que seja o nível de ansiedade do indivíduo existe um fato em comum: todas as pessoas que apresentam ou apresentarão esse distúrbio começam com pequenos sintomas de TAG.

A ansiedade nada mais é do que a reação ao perigo ou à ameaça; o nosso cérebro desencadeia uma série de processos onde o corpo é preparado para fugir ou lutar. Tais reações podem desencadear taquicardia, sudorese, tremores, tensão muscular, aumento das secreções, cefaleia entre outros sintomas.

Algumas preocupações são entendidas como “perigos” e podem acionar esse sistema: perda de status, relacionamento, dinheiro, saúde, segurança. Enfim, o simples fato de assistir tv vendo os telejornais já é o suficiente para acionar esse sistema nos deixando ansiosos por conta das notícias.

Não à toa o Dr. Augusto Cury psiquiatra e autor de vários best sellers chama a ansiedade de mal do século.

Depois de uma breve introdução começo a contradizer o senso comum de que ansiedade é caracterizada por pessoas que estão sempre pensando no futuro. Você vai descobrir que isso pode não ser uma verdade.

Verdade #1

A Ansiedade não é o medo do futuro mas o medo de que o passado se repita no futuro.

ansiedade

TODAS informações carregadas de emoção nos gera um trauma que podem ser positivos ou negativos. Traumas negativos são mais comuns no desencadeamento de ansiedade. A perda de alguém muito querido, dificuldade financeira, violência, enfim, qualquer evento considerado um trauma pode ser um gatilho para acionar nosso sistema de luta ou fuga.

Para compreendermos que a relação da ansiedade com o medo do futuro é uma falácia, vamos realizar um simples exercício:

Imagine agora como será o seu futuro daqui a 5 anos. Imaginou?

Certamente você imaginou uma das hipóteses abaixo:

  1. Um futuro parecido com seu presente ou um pouco melhor do que está hoje. Isso se você está satisfeito com sua vida atual;
  2. Um futuro diferente de sua vida atual. 

Perceba que todas as suas melhores (ou piores) intenções são baseadas no seu presente-passado (traumas). Logo, podemos afirmar que a ansiedade está ligada à pessoas presas emocionalmente ao passado; re-significar esses traumas é o caminho para cura da ansiedade.

Verdade #2

A ansiedade pode ser considerada uma doença da alma.

ansiedade alma

Além das questões já citadas, é importante ressaltar a nossa relação corpo-mente-espírito e ter a consciência de que nossas relações espirituais tem grande influência sobre nosso estado físico e emocional.

Sem discussões religiosas, é sabido que temos, além de nosso corpo físico, um corpo espiritual que capta energias eletromagnéticas do ambiente em que está inserido. Que significa dizer que ambientes obsessivos podem gerar ansiedade, inclusive com os sintomas físicos que citei no começo desse artigo.

Não acredita? Sabe quando você entra em um lugar pela primeira vez e imediatamente sente um “clima pesado”? Não é misticismo, é ciência, é a faculdade natural de sua alma.

Estudos na área neurológica revelam que a glândula pineal localizada no nosso cérebro, a responsável pela produção do hormônio do sono chamado melatonina, também é responsável pela conversão de ondas eletromagnéticas do ambiente em estímulos neuroquímicos. Em outras palavras, a captação energética do ambiente tem influência sobre o seu estado de ansiedade.

Sendo assim podemos, com base em estudo da neurologia afirmar que o campo energético possuí real e grande influencia sobre o nosso corpo físico e dessa forma podemos afirmar que definitivamente não temos somente um corpo, o corpo físico que é a principal causa de estudo da neurologia, psicologa e psiquiatria, mas que esse corpo absorve influencias de outros corpos, o corpo mental e o corpo espiritual.

Nosso cérebro é responsável por responder quimicamente os estímulos da mente, podemos dizer que nossa mente é o elo entre o corpo físico e corpo espiritual. Fazendo com que o que sentimos no corpo espiritual seja absorvido pelo corpo físico, isso normalmente ocorre como padrões de pensamentos ou emoções.

Trazendo esse conceito para uma visão espiritualista podemos concluir que o estado natural de nossa alma é próspero. Nossa alma é o principal canal de ligação com a força Maior, que prefiro chamar de Deus, e a força maior é a pura manifestação de plenitude, grandiosidade e prosperidade em todas as áreas da vida.

A pessoa que está ansiosa, por sua própria ansiedade, deixa de se conectar com a força maior, consequentemente afasta-se das manifestações de Deus, quanto menos conexão com a força maior mais ansiedade, quanto mais ansiedade menos conexão. Logo, um ciclo vicioso que manifesta-se primeiro na alma gerando desconexão com Deus e consequentemente efeitos no corpo físico.

Essa tese é largamente defendida em livros sagrados como a Bíblia Sagrada que contem incontáveis passagens que falam sobre ansiedade.

Para que não fiquemos somente fundamentados no campo espiritual (que para mim possui argumentos suficientes) trago um estudo feito através da Bio eletrografia ou Kirliangrafia que é a ciência que estuda o campo eletromagnético (aura) dos objetos, pessoas, animais e plantas.

Através dessa tecnologia o professor Dr. Carlos A. V. França registrou o estado emocional de seus alunos e conduziu técnicas de relaxamento em sala de aula. O que ele constatou cientificamente é o que estava empírico em muitas pessoas: A Ansiedade altera nosso campo vibracional.

A foto 26 é uma fotografia kirlian  tirada de uma pessoa em estado de ansiedade e a 27 tirada minutos depois quando a mesmo pessoa fora conduzida a exercícios de relaxamento em sala de aula.

foto_26_27

Na foto 26 notamos pontos brancos e até um diagnostico de depressão denotado pelo rompimento do campo energético. Você pode conferir o estudo na integra através desse link. Clicando aqui.

Dessa forma, por acreditar que Deus responde nosso estado vibracional e não o que “pedimos” chego a conclusão que a ansiedade é a principal razão pela qual nossa alma se afasta de Deus e, como já citei aqui, gera um ciclo vicioso e danoso para nossa saúde.

Dessa forma unimos a Ciência e a fé para provar que o estado de nossa espiritualidade afeta o nosso estado mental e consequentemente afeta o corpo físico e que o contrário também é verdadeiro.

Para concluir e para que eu ajude você a, definitivamente, melhorar o seu estado emocional e livrar-se da Ansiedade de uma vez por todas, listo aqui 5 dicas importantes para ajudá-lo no controle da ansiedade: (preste muita atenção na dica número 2 – ela é a mais importante de todas)

1 – Procure um profissional de saúde.

O Google normalmente tem “resposta” para tudo, mas não é uma boa se autodiagnosticar somente porque esse ou aquele site mostrou os sintomas de ansiedade. Lembre-se: somos seres biológicos e portanto, somos diferentes uns dos outros.

2 – Perdão e autoperdão.

Como falamos que a ansiedade está, invariavelmente, associada a experiências do passado, o único caminho para nos livrarmos dessa síndrome é perdoar quem ou o que quer que seja que tenha acontecido que nos marcou.

Quando não perdoamos eventos que aconteceram no passado, não “doamos” esse evento e se não doamos, esse evento continua sendo “nosso” e o que é nosso nos prende. Dessa forma, perdoar integralmente o seu passado ou qualquer pessoa (inclusive você) é o caminho para a cura definitiva da ansiedade.

Tão importante quando perdoar os outros é se perdoar, como sabemos, somos seres em evolução e portanto sujeito a tantos erros. Erros cometidos tem uma única função: nos ensinar.

Ao analisar nossa história tendemos a criticar os nossos próprios erros e com isso ficar com o pensamento preso a esse evento. Existe uma máxima que diz que: “Uma lição não aprendida torna-se a repetir”. Dessa forma, se ao invés de aprender com os seus erros e se perdoar pelo que já passou o ansioso ficar se condenando pelo ato, invariavelmente esse ato se repetirá, gerando assim um ciclo vicioso de ansiedade.

Resumindo a dica 2: aprenda a amar, honrar e respeitar sua história. Tudo que aconteceu em sua vida até agora foi o melhor que pôde ter acontecido pois trouxe você até aqui!

3 – Durma, querido durma!

Bem, dependendo do nível de ansiedade pode ser que o ansioso tenha muita dificuldade em pregar os olhos; o sono não equilibrado pode gerar mais ansiedade, criando assim um ciclo danoso à saúde mental/física/espiritual. Portanto, recomendo que procure relaxar com algo que faça sentido para você. Algumas técnicas como a meditação guiada auxilia e muito na indução do sono.

4 – Não consuma álcool ou outro tipo de drogas.

Não estou aqui para dizer o que é certo ou errado com relação à drogas mas o consumo de álcool ou drogas muda o estado químico do cérebro, consequentemente aumentando a descarga de hormônios que provocam a sensação de ansiedade por consequência alterando o estado de sua aura, entrando mais uma vez em ciclo vicioso de ansiedade.

5 – O poder do grupo.

É importante para o ansioso juntar-se a pessoas que o entendam e não o censurem (psicólogos fazem muito bem esse papel). O ansioso quando censurado tende a reprimir o sentimento que gera a ansiedade e isso pode causar outros sintomas ainda piores. Dessa forma é importante que o ansioso fale com pessoas que se ajudem mutuamente.

Se você chegou até aqui é um bom sinal, espero que este post tenha esclarecido e que ajude no processo de cura. Agora, eu convido você a “espalhar a palavra” para que juntos ajudemos mais pessoas a se livrar desse que já é considerado o mal do século.

Compartilhe nas suas redes sociais através dos botões abaixo.

Um abração e até o próximo artigo!

 

 

 

 

 

Sobre Tiago Feitosa

Tiago Feitosa

Eu sou o Tiago Feitosa e quero compartilhar com você tudo que nós precisamos para colocar em prática a prosperidade que merecemos.